Home Novidades Nokia volta, mas são outros tempos

Nokia volta, mas são outros tempos

Nokia volta, mas são outros tempos

Nokia: quando você falava esse nome no começo dos anos 2000 era sinônimo de qualidade, inovação e aparelhos. Aí em 2007 Steve Jobs apresenta o iPhone, e claro que isso foi ignorado pela empresa, que continuou lançando seus aparelhos. No ano seguinte, em 2008, foram lançados os primeiros Android e a Nokia continuou fazendo e lançando seus aparelhos, mas agora sem grandes novidades e as vendas começaram a cair.

A comunidade que gostava da marca pediu várias e várias vezes que a empresa entrasse no mercado Android, mas foram todas ignoradas pela empresa. Acho que o ápice da crise da empresa foi vender a sua sede na Finlândia em 2012 e no ano seguinte ser comprada pela Microsoft, que queria entrar no mercado de smartphones com seus Windows Mobile, outro fiasco que foi abandonado anos depois.

Mas porque estou falando tudo isso? Simples, agora a marca voltou ao mercado e com smartphones Android, relançando o 3310. (Mas porque não escutaram a comunidade lá em 2012?)

Hoje os tempos são outros. Os concorrentes que eram poucos no começo dos anos 2000, agora são as gigantes chinesas como Xiaomi, Meizu, Huawei, Oppo e BBK, que vem com preço e qualidade, despejando aparelhos nos mercados chineses, principalmente, e expandindo para outros países.

A jogada de marketing da empresa foi relançar o Nokia 3310, um feature phone que custa lá fora 54 euros ( +/- R$178 sem impostos) e conexão 2G. A empresa fala em vender essa aparelho em mercados emergentes como Índia, África e localidades rurais.

Aí está o problema: enquanto as fabricantes chinesas querem vender smartphones  e levar conexão para esses locais a Nokia quer retroceder para 2G e só levar voz.

Bem, agora é esperar e ver como o mercado e o público consumidor reagem com a marca, mas os tempos áureos da Nokia ficaram lá para trás.

 

Previous articleVai viajar ou sair para se divertir? Dicas para deixar sua casa mais segura.
Next article1 bilhão de horas por dia!
Diretor de Conteúdo do Portal Vida Moderna