NOVIDADES

Obras na BR-235/BA vão ligar litoral sergipano ao interior do nordeste


by 21 de janeiro de 2015 0 comments

As obras de pavimentação da BR-235, na Bahia, iniciadas no primeiro semestre de 2014, vão facilitar o acesso ao litoral sergipano e a regiões do interior do norte-nordeste brasileiro, da mesma forma que foi feito no pólo de Juazeiro-Petrolina, distante 422 quilômetros da capital.

Ao custo de R$ 420 milhões, as obras vão incrementar o turismo ecológico e histórico na região. Cerca de 600 mil moradores serão beneficiados diretamente. O perímetro em obras liga Sergipe a Pernambuco. Até chegar a Juazeiro passa pelos municípios de Coronel João Sá, Pedro Alexandre, Canché. Canudos e Uauá.

A execução dos 283,3 quilômetros de pavimentação será dividida por fases. A primeira começa na divisa da Bahia com Sergipe, passando até o município de Jeremoabo, uma extensão de 79,3 quilômetros. Já a segunda etapa, de Jeremoabo a Canché, tem 77,6 quilômetros. O lote 3 já está asfaltado, de Canché a Uauá, passando por Canudos – 75 quilômetros. O lote 4, com 51 quilômetros, liga Uauá ao distrito de Pinhões. Já lote 5, com 75,40 quilômetros, liga o distrito de Pinhões à Juazeiro.

A BR-235 é uma rodovia transversal brasileira que atravessa os estados do Pará, Tocantins, Maranhão, Piauí, Pernambuco, Sergipe e Bahia.

Recomposição do km 245 da BR-364/163-MT
Equipes do DNIT trabalham na reconstrução de bueiro e recomposição do pavimento no km 245 da BR-364/163/MT. São depositadas no local todos os dias 1.000 toneladas de rocha onde foi aberto um vão de mais de 30 metros de extensão e 15 de largura por conta das fortes chuvas do começo de ano.

Mais de 40 equipamentos, a exemplo de escavadeiras, tratores, rolos compactadores e caminhões são utilizados diuturnamente no local, no qual foi executado um desvio provisório destinado ao trânsito de veículos leves, no período diurno.

No Comments so far

Jump into a conversation

No Comments Yet!

You can be the one to start a conversation.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.