Não é de hoje que se fala sobre óleos essenciais e seus benefícios para o bem-estar. Mas onde são encontrados, de que maneira são produzidos e como são utilizados? Para começar, não existem esforços desperdiçados na natureza.

O que nossos sentidos percebem como fragrâncias, são na verdade compostos aromáticos voláteis, pequenas moléculas orgânicas que mudam de estado rapidamente e que servem para diversos fins, como proteção, regeneração e reconstrução. Se você já sentiu o perfume de uma rosa, experimentou as qualidades aromáticas dos óleos essenciais.

Existem mais de 3.000 variedades de compostos aromáticos identificadas na natureza, cada um deles com os seus componentes químicos que proporcionam diferentes aromas e benefícios para as plantas. Fora da natureza, os óleos essenciais têm sido utilizados há muito tempo no preparo de alimentos, em tratamentos de beleza e nas práticas e cuidados de bem-estar.

Estes compostos aromáticos voláteis de ocorrência natural são encontrados nas sementes, cascas, caules, raízes, flores e outras partes das plantas. Os óleos essenciais dão às plantas seus aromas distintos, oferecem proteção a elas e desempenham um papel importante em sua polinização. Por exemplo, da mesma planta, a Oriandrum Sativum (por Linee) é extraída a semente o óleo essencial de Coriander e da Folha o óleo essencial de Cilantro. Ambos óleos apesar de se originarem da mesma planta tem composições químicas diferentes e funções distintas.

A natureza de um óleo essencial varia de planta para planta, dentro de famílias botânicas, e de espécie para espécie. A relação delicada dos componentes aromáticos encontrados em qualquer óleo essencial é o que o torna único e lhe oferece benefícios específicos.

Existem uma diversidade enorme de óleos essenciais no mercado, mas é imprescindível conhecer a sua procedência e atestar a sua qualidade. “Mesmo com óleos essenciais puros, a sua composição pode variar de acordo com a hora, a estação, a localização geográfica, o método e a duração da destilação, o ano de cultivo e o clima, tornando cada passo do processo de produção um determinante crítico da qualidade geral do produto do óleo essencial”, explica Katarina Wagner, engenheira química e responsável pela área de treinamento na dōTERRA Brasil.

Para a fabricação de um frasco de óleo essencial é necessária uma quantidade enorme de matéria prima. Para ter uma ideia, um frasco de óleo essencial tem cerca 100 componentes diferentes, além de uma grande quantidade de matéria prima, no caso plantas.  A casca de 75 limões sicilianos rende 1 frasco de 15 ml do óleo essencial Lemon, um dos mais vendidos. O Peppermint, por exemplo, outro óleo aromatizante muito procurado, leva aproximadamente meio quilo de hortelã-pimenta para um frasco de 15 ml.

Katarina também explica que os óleos podem ser classificados por funções. A primeira delas é atribuir fragrância. “Nesta aplicação usamos o óleo com a finalidade de atribuir um cheiro a determinado produto, como sabonetes shampoos, perfumes, colônias entre outros”, explica. A outra função é atribuir aroma, onde o óleo é utilizado para conferir sabor, geralmente em alimentos e bebidas. E por último, proporcionar bem-estar. “Neste caso, o óleo é usado de forma mais holística e visa proporcionar melhora de humor e estado de espírito.

Para cada uma destas aplicações os produtores devem obedecer às normas e especificações. O grau de exigência na qualidade do óleo aumenta conforme a escala: fragrância < Aroma < Bem-Estar”, afirma Katarina.

Considerar que todos os óleos essenciais são iguais é um grave equívoco, pois cada aplicação é normatizada por diferentes órgãos reguladores e especificações. Por isto é bom ficar sempre atento à finalidade indicada pelo fabricante e consequentemente aos controles de qualidade obrigatórios.

Usos para o bem-estar físico e emocional
Destilados diretamente a partir de suas fontes vegetais, os óleos essenciais são agentes com múltiplas funções que possuem usos quase inesgotáveis para o nosso bem-estar emocional e físico. O Lavanda (Lavender) por exemplo, além do seu aroma inconfundível tem propriedades calmantes e relaxantes. O Limão Siciliano (Lemon) é um cítrico poderoso, energizante e contribui para o bom humor.

Já o PastTense, mix de óleos essenciais (Wintergreen, Lavanda, Hortelã-pimenta, Coentro, Alecrim, Manjerona, Manjericão, Olíbano, Camomila Romana), ajuda a equilibrar as emoções e promover o relaxamento.

Outro destaque da marca é a linha Deep Blue, uma das principais escolha de massoterapeutas e praticantes de esportes. Ele é um mix de óleos essenciais como Wintergreen, peppermint, Sempre-Viva, Camomila Azul e Osmanthus. A linha também conta com o Deep Blue Rub, um rico creme de aplicação tópica, ideal para pernas e pés cansados, formulado com o Mix de Óleos Essenciais Deep Blue. O creme possui uma base de ingredientes emolientes e hidratantes que deixam a pele macia e não-oleosa. 

Os óleos essenciais podem ser utilizados de forma aromática, tópica ou como flavorizantes, sozinhos ou em misturas complexas de óleos essenciais, dependendo da experiência do usuário e do benefício desejado.

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA

Quais os cuidados com os cães no verão?