Em meio a tantas polêmicas, uma pesquisa mostrou a preferência dos usuários de patinetes elétricos de SP quando o assunto é mobilidade. [read more=”Continuar lendo…” less=”Menos”]

O Instituto Perfil Urbano entrevistou cerca de 400 usuários de patinetes nas principais ciclovias de São Paulo para saber como a regulamentação desses equipamentos anunciada pela Prefeitura foi recebida pela população.

Pesquisa mostra que usuários de patinetes elétricos preferem não usar capacete

Para 79% dos entrevistados o uso do capacete  deve ser uma opção e não uma obrigação, como prevê o decreto do prefeito Bruno Covas. E 66% são contra a cobrança de multa para quem não usar capacete.

A pesquisa também mostra que:

– 82% dos entrevistados são a favor da substituição de pistas ou estacionamentos de carros por mais ciclovias e melhores calçadas;

– 93% concordam com a criação de mais vagas públicas nas ruas para bikes e patinetes;

– 73% dos usuários são a favor da velocidade máxima do patinete permanecer 20km/h.

Ações futuras

A Grow, uma das operadoras de patinetes de SP aproveitou o contato com os usuários para perguntar se eles são favoráveis às alternativas que apresentou para a Prefeitura na última semana em resposta ao decreto 58.750. O resultado foi:

– 80% dos entrevistados concordam com a oferta de cursos de pilotagem gratuitos em praças da cidade;

– 85% são a favor da continuidade das ações de distribuição de capacetes gratuitos em São Paulo;

– 93% dos entrevistados concordam que a empresa deve advertir o usuário via aplicativo no caso de ocorrência de infração, para que não haja reincidência;

– 85% apoiam o bloqueio desse usuário temporariamente caso ele repita a infração.

 

[/read]

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA
Pesquisa mostra que usuários de patinetes elétricos preferem não usar capacete

Veja também
Xiaomi inaugura primeira loja no Brasil
Nissan, ITAI e Parque Tecnológico de Itaipu assinam memorando para promover soluções de mobilidade elétrica no Brasil
Concurso busca soluções inovadoras em mobilidade nas cidades brasileiras