NOVIDADES

Produção de motocicletas em 2015 seguirá sem margem de crescimento


by 13 de janeiro de 2015 0 comments

Depois de um 2014 negativo para o mercado de motocicletas, que encerrou o período com redução de 9,3% na produção, as expectativas para 2015 são de manter o mesmo ritmo, com 1,5 milhão de unidades fabricadas.

A Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (ABRACICLO) prevê a venda de 1,4 milhões de unidades. As exportações devem encerrar o ano com 55 mil motocicletas.

“Mesmo diante do cenário de contenção e rigidez na economia brasileira, o Setor de Duas Rodas poderá registrar um pequeno crescimento nos negócios em 2015, já que o mercado não sofrerá os impactos de grandes eventos, como a Copa do Mundo e eleições majoritárias, que caracterizaram o ano passado. Além disso, neste ano serão realizados eventos que estimulam a demanda por motocicletas, como o Salão Duas Rodas, programado para o período de 7 a 12 de outubro, no Parque Anhembi, em São Paulo”, comenta Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo.

Balanço divulgado pela entidade mostra que o último mês de 2014 apresentou retomada com 84.820 motocicletas contra 81.404 produzidas em 2013, crescimento de 4,2%. O bom desempenho, na avaliação da ABRACICLO, é um bom sinal, apesar de predominar a cautela à vista do quadro do ano passado. Já as vendas no atacado somaram 114 mil unidades, 4,3% a mais sobre dezembro de 2013. O ano foi encerrado com queda de 10,2% nas vendas do setor, de 1,5 milhão para 1,4 mi, na comparação.

Bons indicadores para as exportações, que tiveram alta expressiva de 80% em dezembro sobre novembro – de 3.355 para 6.053 unidades. Comparado a 2013, o último mês do ano apresentou retração de 22,6%.

Em dezembro foram emplacadas 127,7 mil motocicletas, 14,1% a mais que em novembro. No acumulado do ano, a queda foi de 5,7%, passando de 1.515.571, em 2013, para 1.429.692, em 2014.

No levantamento regional, o Sul sentiu os impactos negativos do setor, com recuo de 10,8% nos licenciamentos entre 2013 e 2014 – de 146.814 para 130.889 unidades. A região Nordeste segue logo atrás, onde a retração foi de 7,7% – 519.312 motocicletas emplacadas em 2014, frente a 562.551, em 2013. Em seguida , estão as regiões,  Centro-Oeste, com -4,3%, passando de 147.818, em 2013, para 141.510, em 2014, e a região Norte, com -4,1%, com 189.702 unidades (2014) ante 197.791 (2013). A região Sudeste ficou com o melhor resultado, queda de -2,7% e 448.279 motocicletas, em 2014, contra 460.597, no ano anterior.

No Comments so far

Jump into a conversation

No Comments Yet!

You can be the one to start a conversation.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.