Que tal viajar para o Uruguai e receber de volta até 22% dos impostos que pagar no país vizinho? [read more=”Continuar lendo…” less=”Menos”]

A Ministra de Turismo do Uruguai, Liliam Kechichian, anunciou a extensão até 31 de outubro de 2019 dos benefícios fiscais aos turistas não residentes em vigor até último 30 de abril.

A iniciativa foi descrita pela Ministra como “uma ferramenta de competitividade muito importante” e inclui serviços de gastronômicos e catering, bem como locação de veículos e imóveis por motivo turístico.

O benefício fiscal para os turistas não residentes seguirá com as mesmas características que manteve até à data. A iniciativa inclui a devolução de até 22% do Imposto sobre Valor Agregado (IVA) para serviços de turismo prestados a pessoas físicas, desde que sejam pagos com dinheiro eletrônico, cartões de débito ou crédito.

Segundo Kechichian “esta tem sido uma ferramenta de competitividade muito importante”. “O equilíbrio entre a renúncia fiscal e o volume de atividade gerado (a medida) é benéfica para o país e colabora com um setor altamente dinâmico”, complementou o Ministro Interino de Economia do país, Pablo Ferreri.

Nos últimos 15 anos, o Uruguai, no turismo, multiplicou sua renda por 4 e aumentou de 1,8 milhão para 4 milhões (o número) de turistas. A visão e planos a longo prazo, que funcionam de forma sustentável, trouxeram ao país no primeiro trimestre 1,1 milhões de visitantes, semelhante ao de 2016, classificado como “normal e crescente”.

Para mais informações sobre o Uruguai, acesse o site.

 

[/read]

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA
Uruguai estende reembolso de impostos pagos no país a turistas estrangeiros

Veja também
Pesquisa mostra que brasileiro costuma planejar viagem com pouco tempo de antecedência
Seis dicas do que fazer numa longa viagem dentro do avião
Uruguai: Vanguarda e estilo na rota do vinho