Home Tech Digital Wacom agora se conecta com dispositivos Android

Wacom agora se conecta com dispositivos Android

A acessibilidade da mesa digitalizadora Wacom Intuos com o novo sistema facilitará o trabalho de ilustradores, editores de imagem e vídeo, e até de educadores e estudantes



A Wacom apresenta uma nova possibilidade entre seus produtos: a mesa digitalizadora Wacom Intuos pode se conectar com o sistema Android por meio de um adaptador OTG USB-C. Com essa alternativa, é possível usar a ferramenta a qualquer momento, seja para desenhar, editar fotos e vídeos, ou estudar. 

Já não é novidade que o brasileiro adora tecnologia, principalmente porque os smartphones têm auxiliado a tornar as inovações mais acessíveis. Atualmente, no Brasil, há mais de um aparelho em uso por habitante, segundo a 31ª Pesquisa Anual do FGVcia, de 2020. No total, são 234 milhões de smartphones no país. Se somar notebooks e tablets, são 342 milhões de dispositivos portáteis.

Wacom agora se conecta com dispositivos Android

“A acessibilidade se tornou uma questão essencial nesse período atual. Essa possibilidade de conectar a Wacom Intuos com o smartphone será um facilitador tanto para profissionais criativos quanto para educadores e estudantes”, explica Thiago Tieri, gerente de marketing da Wacom no Brasil.

Ilustradores
As melhores ideias nem sempre surgem no horário comercial, mas para muitos profissionais criativos é difícil continuar desenhando sem estar no computador. Agora é possível aumentar a produtividade e manter a agilidade e precisão ao desenhar no smartphone.

A conexão da mesa Intuos com o sistema Android abre mais um leque de possibilidades para artistas independentes e iniciantes. Por meio do smartphone, os artistas podem aproveitar alguns dos aplicativos de criação compatíveis com a Wacom, como Autodesk SketchBook, Adobe Illustrator Draw, Artflow: Paint Draw Sketchbook e Bamboo Paper.

“A Wacom acredita muito no poder da criatividade como uma forma de mudar o mundo. Dar mais possibilidades aos profissionais e iniciantes é a forma que encontramos de incentivar o mercado”, conta Thiago. 

Edição
Profissionais que trabalham com edição de imagens e vídeos têm tido uma grande demanda de trabalho por conta da pandemia de Covid-19. Um estudo da PwC revelou que o consumo global de streaming aumentou 33,8% em 2020. Produtoras de animações também mencionaram crescimento, como a 20th Century Fox Television, que apresentou um aumento de 25% dos pedidos relacionados ao desenvolvimento de animações.

Com tantos prazos apertados, nem sempre é possível esperar para chegar até o computador para editar as fotos ou os vídeos. Mas agora é possível usar a ferramenta Wacom a qualquer hora por meio do smartphone. Dessa forma, os conteúdos estarão online e com a mesma qualidade que teriam se tivessem sidos editados diretamente no computador. A conexão da Intuos com o sistema Android abre mais um leque de possibilidades para profissionais independentes e iniciantes, que não precisarão de uma máquina de alto desempenho para trabalhar. 

Educação
O último ano, impactado pela pandemia de Covid-19, acelerou a transformação digital na educação não só no Brasil, mas em todo o mundo. Com as escolas fechadas, professores e alunos foram obrigados a se adaptarem às aulas online do dia para noite. Novos desafios surgiram para a transmissão do conteúdo ou até para quem acompanha a aula. A acessibilidade e a conectividade continuam sendo de extrema importância para o estudo remoto.

O smartphone é um item acessível a muitos brasileiros. A pesquisa feita pela União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), registrou que 79% dos alunos têm acesso à internet, mas 46% acessam apenas pelo celular.

A Wacom tem trabalhado em formas de auxiliar que essa transição da educação tradicional para as aulas à distância aconteça com o menor impacto possível. Agora, com a possibilidade de conectar a Wacom Intuos diretamente com o sistema Android, há mais recursos para facilitar o processo digital das aulas.

Com a mesa digitalizadora, é possível continuar estudando de uma forma muito similar ao ensino tradicional por conta da caneta digital. Sem baterias ou fios, a caneta não precisa ser carregada, então já funciona no momento que toca a superfície da mesa. E o melhor de tudo: todas as anotações e atividades realizadas na mesa podem ser salvas na nuvem, sem risco de perder nada.

É importante destacar como a mesa e a caneta fazem grande diferença para a didática da aula online. Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Princeton e da Universidade da Califórnia revelou que pessoas que fazem anotações à mão tem resultados melhores em quesitos como memória, compreensão e capacidade de generalização, do que aqueles que usam teclados.

“Para professores e estudantes, ficou mais fácil e prático colaborar, compartilhar trabalhos e interagir em aulas à distância. Muitas vezes a família tem um único computador para dividir entre todos e, com a alta demanda de trabalho remoto, quem estiver trabalhando ganha preferência. Com a Intuos, o aluno não perde nada nas aulas pelo celular. Alguns aplicativos podem ser baixados também para aprimorar ainda mais a experiência”, complementa o gerente. 

Para mais informações, acesse o site oficial da Wacom com sistema Android.

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA

Quais os cuidados com os cães no verão?


Previous articleLíder mundial em soluções de tratamento de água incorpora brasileira IBBL
Next articlePhilips lança caixas de som Bluetooth X3305 e X3705