Home Novidades Carrapatos podem causar doenças fatais para pets

Carrapatos podem causar doenças fatais para pets



15/3/2022 – Segundo Vinicius Finavaro da Off Pragas, a dedetização feita por especialistas garante uma eficácia maior na prevenção de doenças transmitidas por carrapatos

Carrapatos são parasitas comuns de serem encontrados tanto no campo quanto nos centros urbanos. Estes aracnídeos que se alimentam do sangue de outros animais tendem a se proliferar mais nas épocas de chuva e em estações de umidade, como o verão, por exemplo. São também responsáveis pela transmissão de doenças graves como: a babesiose, que provoca, em animais domésticos e em bovinos, anemia, febre alta, palidez da pele e pode levar à morte; a febre maculosa (tifo), que ataca animais e humanos, causando vômitos, febre, falta de apetite, fraqueza e é potencialmente fatal; e a bouba, doença que provoca infecção na pele, ossos e articulações, causando úlceras graves e deformações nos membros e no rosto.

Por serem animais muito pequenos, e que começam sua jornada parasitária ainda na fase de larva, às vezes são imperceptíveis e adoecem algum pet ou animal de grande porte, como gado e cavalos, sem que as pessoas percebam. Os carrapatos também se hospedam em humanos e até que sejam percebidos, podem ficar dias ou semanas na pele. Em 2021, uma infestação de carrapatos foi registrada em Cascavel, PR, deixando a população em estado de alerta. A prefeitura da cidade teve que fazer uma ação de identificação e dedetização dos bairros atingidos.

Vinicius Finavaro, CEO da Off Pragas, empresa especialista em dedetização de carrapatos esclarece sobre as etapas de eliminação das pragas: “Na dedetização, é essencial realizar uma aspiração no ambiente, para diminuir a infestação rapidamente, depois recomendamos a aplicação de inseticidas com associações, que tratam todo o ciclo da praga.” Vinicius também explica que o cuidado deve estar nos animais: “é necessário tratar além do ambiente, o pet, pois ele é o principal vetor da praga. É necessário levar ele ao veterinário para realizar o tratamento junto com a dedetização”.

Em Contagem, MG, também em 2021, a prefeitura intensificou as ações de combate à febre maculosa transmitida pelo carrapato-estrela. Além do envio de agentes de saúde para averiguação de mais de 1.000 residências na procura por focos, a SMS também elaborou uma lista de cuidados necessários para minimizar os riscos de infecção, tais como: evitar andar em locais com grama ou vegetação alta; usar roupas claras, para ajudar a identificar o carrapato; remover um carrapato com uma pinça: pegá-lo com cuidado. Não apertar ou esmagar o carrapato, mas puxá-lo com cuidado e firmeza. Depois de remover o carrapato inteiro, lavar a área da mordida com álcool ou sabão e água.

Vinicius Finavaro ainda afirma que não há ambiente 100% seguro e que os animais podem ser contaminados tanto dentro quanto fora de casa. Em passeios onde a grama é alta, os pets podem ser contaminados, pois estes locais propiciam a proliferação dos carrapatos. “Sabemos que nossos animais domésticos são como familiares para nós e cuidar da saúde deles é essencial. Dada a especificidade do cuidado necessário, é importante que especialistas sejam contatados para lidar com focos de carrapato e evitar problemas maiores com estes aracnídeos”.

Para saber mais, basta acessar: https://offpragasdedetizacao.com.br/dedetizacao-de-carrapatos/Carrapatos podem causar doenças fatais para pets

Website: https://offpragasdedetizacao.com.br/dedetizacao-de-carrapatos/

Previous articlePráticas de ESG como premissa para promover a diversidade
Next articleInteresse por decoração cresce e influencia o bem-estar
Diretor de Conteúdo do Portal Vida Moderna