mobile shopping

Os consumidores estão comprando cada vez mais através de dispositivos móveis, como smartphones e tablets. [read more=”Continuar lendo…” less=”Menos”]

Um levantamento realizado pela Rakuten Digital Commerce revelou que houve aumento expressivo nas compras via mobile neste fim de ano.

A variação do volume transacionado via mobile, na primeira quinzena de dezembro de 2018, foi de 82%, quando comparado com o mesmo período do ano passado. Enquanto isso, as compras via desktop registraram queda de 4%. No ano passado, 22% das compras de Natal e Ano Novo foram realizadas através de dispositivos móveis, contra 78% em computadores e notebooks.

Em 2018, os números passaram para 35% e 65%, respectivamente.

“Notamos que a adoção do mobile para compras online no final de ano teve alta taxa de crescimento em relação ao mesmo período de 2017 e essa é uma tendência já esperada pelo mercado”, explica René Abe, CEO e Presidente da Rakuten Brasil.

“Por um lado, há a popularização dos smartphones – que deixa mais próximo do consumidor o ponto onde ele adquire seus produtos online. Além disso, as marcas têm investido em projetos de usabilidade das lojas virtuais quando acessadas por dispositivos móveis, o que torna o processo de compra muito mais fácil. A pessoa recebe no celular uma mensagem com as ofertas, se interessa por um produto e faz a compra em poucos cliques. O processo de finalização, que chamamos de checkout, está cada vez mais amigável e prático, aumentando a conversão das visitas em compras”, completa o executivo.

A pesquisa ainda mostra que as mulheres dominam o consumo via mobile, com uma fatia de participação de 68% das compras neste dispositivo contra 32% dos homens. Além disso, o valor transacionado pelas consumidoras em compras no celular também é outro destaque, com um aumento de 74,31% em dezembro de 2018, em relação ao mesmo período de 2017.

Quando o assunto é idade, observamos que as vendas por mobile neste final de ano são lideradas pela geração de 30 anos (43%), seguidas pelos compradores de 40 anos e de 20 anos, ambos empatados com 22% de participação.

 

[/read]

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA
Compras via mobile crescem mais de 80% neste fim de ano

 

Veja também
Como se proteger nas compras online de Natal
Como as compras vêm da China até a sua casa e por que elas demoram a chegar?
Confira sete dicas para resistir às compras por impulso