Home CORPORATE ARTIGO Precisamos falar sobre experiência personalizada no e-commerce

Precisamos falar sobre experiência personalizada no e-commerce

Uma pesquisa da Accenture mostra que empresas que se preocupam e investem em Customer Experience têm oito vezes mais chances de se manterem relevantes no mercado



Por Luiz Alberto Gonzaga *

Uma pesquisa da Accenture, divulgada no final de 2021, mostra que empresas que se preocupam e investem em Customer Experience têm oito vezes mais chances de se manterem relevantes no mercado. No entanto, a mesma análise também contabilizou que apenas 8% dos clientes observam que há realmente uma boa experiência no contato com as empresas.

A experiência com uma marca começa desde o primeiro contato do cliente. Ao enviar uma mensagem de texto com uma dúvida, ligar para o SAC para fazer uma reclamação ou mesmo enviar um e-mail pedindo algum auxílio com um produto faz com que o consumidor já perceba, de imediato, qual tratamento a empresa tem reservado aos seus clientes.

Da mesma forma ocorre no online e, considerando a importância que o e-commerce tem agregado nos últimos anos, uma boa experiência digital também é fundamental para fidelizar o consumidor e ainda cuidar da reputação da marca.

Ainda sobre o e-commerce, é válido lembrar que com todos os atrativos do ambiente virtual, uma experiência única entre cliente e empresa é extremamente importante e exige observação, planejamento, estratégia e execução plena.

Na Acer, por exemplo, nosso diferencial na loja online é o atendimento personalizado. Isso porque, assim que o consumidor acessa a plataforma, uma janela é aberta na tela oferecendo ajuda ao cliente para a escolha do produto ideal. O grande destaque é que esse atendimento não ocorre de forma robotizada, mas sim com colaboradores que estão atentos às necessidades do dia a dia daquela pessoa, de maneira que podem indicar o produto mais adequado para o seu cotidiano.

Dados de mercado têm validado totalmente essa estratégia. Uma pesquisa da Opinion Box em parceira com a empresa de atendimento ao cliente Octadesk, divulgada no começo deste ano, indica que 78% dos consumidores acham um app de mensagens instantâneas específico mais fácil para conversar com empresas. Ou seja, aqui vemos uma inclinação do consumidor a querer um atendimento mais dinâmico e intuitivo. Por isso temos tido sucesso em nosso método de atendimento personalizado, mesmo online.

Como mostra o estudo da Accenture, não são todas as empresas que afirmam que o investimento em CX consegue alcançar êxito no plano, deixando o consumidor frustrado e muitas vezes insatisfeito. Diante disso, é preciso mapear os possíveis erros, discutir novos caminhos que coloquem a empresa de fato no centro da prática CX e conversar diretamente com o consumidor. Não é fácil, mas é como o velho ditado diz: a prática leva à perfeição.

* Luiz Alberto Gonzaga é Diretor de Serviços na Acer do Brasil

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA

Mitos e verdades sobre o refrigerador side by side da Samsung, com três portas
Previous articleArquitetura urbana tem impacto direto no planejamento de cidades
Next articleDe volta ao presencial, grandes eventos chamam a atenção do público