Um em cada quatro donos de smartphones passa mais de sete horas na frente dele todo o dia – e quase metade dos usuários fica mais de cinco horas por dia no dispositivo, mostrou uma pesquisa da Counterpoint. [read more=”Continuar lendo…” less=”Menos”]

Enquanto a grande maioria do público costuma usar seus celulares entre três e cinco horas (29% do público), os que passam das sete horas de uso vêm logo trás (26%). Apenas 4% das pessoas usam o smartphone por menos de uma hora/dia. Para a grande maioria, navegar na internet é o que mais importa, com 64%. Em seguida, jogar games, com 62% e fazer ligações de voz e enviar mensagens (segunda e terceira posições, com 56 e 54%, respectivamente).

Usos populares do celular
A pesquisa também apontou diferenças consideráveis entre o uso desses aparelhos em países em desenvolvimento e países desenvolvidos. Enquanto 55% do público da Malásia passa mais de cinco horas diárias no smartphone, o Japão atinge apenas três horas, por exemplo.

Ainda nesse assunto, a Counterpoint notou uma tendência nos países em desenvolvimento de trocar de smartphone com uma frequência maior. Usando o Japão como parâmetro novamente, a troca de dispositivos costuma ocorrer a cada 26 meses; no México, Tailândia e Índia, a tendência é fazer isso a cada 18, 19 e 20 meses, respectivamente – o que é abaixo da média mundial, com ciclos de 21 meses.

Em compensação, os países desenvolvidos estão mais dispostos a pagar caro pelos smartphones. Enquanto mais da metade do público da Arábia Saudita, China, Austrália e Alemanha está disposta a investir em um celular de mais de US$ 400, menos de 30% dos países em desenvolvimento fariam o mesmo. A única região a ir contra os números é o Japão, com apenas 13%.

 

[/read]

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA
Uma em cada quatro pessoas passa mais de sete horas no smartphone por dia