Home NOTÍCIAS AMD é citada em processo por mentir sobre potência de chips

AMD é citada em processo por mentir sobre potência de chips



A fabricante de chips para dispositivos eletrônicos AMD enfrenta uma ação judicial conjunta na qual é acusada de mentir sobre a potência de sua CPU Bulldozer. O processo cita que que o produto da empresa possui apenas quatro núcleos e não oito como diz a propaganda e os materiais técnicos da companhia. Com isso, o chip faria apenas metade dos cálculos que promete e sua performance seria muito inferior ao anunciado.

A AMD está sendo acusada de violar o Consumer Legal Remedies Act, uma lei que cuida de aspectos legais da concorrência na Califórnia. E as citações são graves, passam por propaganda enganosa, fraude, violação do mandado expresso, declarações negligentes e chegam até a enriquecimento sem causa.

A ação foi iniciada por um usuário de nome Tony Dickey, e mais outros, em 26 de outubro. Os processadores Bulldozers foram lançados há cerca de cinco anos pela AMD e está não é a primeira dor de cabeça que dão à marca. Desde o início eles enfrentaram…[MAIS]



1
2
Previous articleEmpresa que ajudou a viabilizar portabilidade numérica anuncia entrada no envio de documentos eletrônicos
Next articleEricsson e Cisco fecham parceria para futuro das redes na internet das coisas