Home Tech Digital Positivo Tecnologia apresenta Positivo Labs em Manaus

Positivo Tecnologia apresenta Positivo Labs em Manaus

Iniciativa consolida o compromisso da empresa em fomentar a inovação na Amazônia



A Positivo Tecnologia apresentou o Positivo Labs, hub de inovação criado para fomentar startups que queiram alavancar cadeias produtivas na Amazônia Ocidental.

O objetivo do Positivo Labs é estimular o desenvolvimento econômico e social da comunidade local por meio do apoio às startups. “Como hub de inovação, o Positivo Labs é um facilitador. Apoiamos empresas emergentes que queiram se instalar no Polo Industrial de Manaus e que tenham intenção de desenvolver negócios relacionados às atividades econômicas da região”, afirma Graciete Lima, responsável pelo programa de fomento à startups da Positivo Tecnologia.

O laboratório é uma iniciativa que compõe o Programa de Corporate Venture Capital da Positivo Tecnologia. Por meio de Fundo de Investimento de Participação (FIP), a companhia aporta recursos em startups, além de oferecer apoio estratégico. “Nós fazemos mais que do investir em empresas emergentes. Nós também prestamos suporte com consultoria. Por meio da experiência profissional e conhecimento de mercado de nossos executivos, participamos do desenvolvimento estratégico, dos processos e dia a dia das operações”, explica Graciete.

A empresa fomenta startups que atuam em diversos segmentos econômicos como o de análises clínicas, agricultura, pecuária, mobilidade elétrica e TI. Para serem atendidas pelo Positivo Labs, as empresas devem ter sinergia e vocação para desenvolver negócios na Amazônia.



Outro aspecto de atuação está no desenvolvimento de software e aplicações para uso da Positivo Tecnologia. Por meio de metodologias ágeis de gestão e equipes exclusivas, o hub de inovação foca em iniciativas que agregam valor aos próprios clientes com soluções complementares aos produtos da companhia.

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA

Mitos e verdades sobre o refrigerador side by side da Samsung, com três portas
Previous articleStartup aposta em marketing jurídico para advogados brasileiros e portugueses
Next articleEspecialista explica importância da aplicação da LGPD nos condomínios