A pandemia do novo coronavírus (COVID-19) vem transformando a rotina de escolas, shoppings, supermercados, empresas e até mesmo transportes públicos por todo o Brasil. [read more=”Continuar lendo…” less=”Menos”]

Uma das principais recomendações para não propagar ainda mais este vírus é evitar aglomerações e ambientes fechados, como é justamente o caso das academias e centros de treinamento espalhados pelo país, que tiveram que fechar as portas em sua maioria por conta do surto.

Quem pratica esportes e se preocupa como ficará a rotina de atividades físicas nesse período de quarentena pode contar com sugestões de exercícios online para ficar em dia com a saúde, mesmo sem sair de casa.

Ao procurar por atividades físicas pela internet, o mais indicado é optar por treinos de intensidade leve a moderada, que sejam feitos de forma regular.

Isso porque, de acordo com especialistas, exercícios muito pesados e/ou intensos podem diminuir a nossa imunidade, enquanto a atividade física regular e moderada, quando aliada a uma boa alimentação e períodos de sono de qualidade, tem o efeito contrário em nosso sistema imunológico, tornando-nos mais sadios e menos propensos a ficar doentes.

Pensando nisso, a Polar Brasil indica três tipos de treinos que podem ser feitos em casa neste período de quarentena, sem a necessidade de equipamentos e utilizando o peso do próprio corpo nos movimentos, o que faz com que os treinos possam ser realizados em qualquer horário e com o espaço que você tem à disposição.

Abaixo, confira algumas dicas para continuar se exercitando em casa em tempos de quarentena:

Encontre um espaço livre
Com o espaço limitado, é preciso procurar por um cômodo dentro da sua casa que tenha uma área livre para fazer os exercícios. O movimento do avanço com caminhada e o avanço com chute são alguns dos exercícios que podem precisar deste espaço extra para serem realizados.

Utilize objetos comuns como peso
Se você não conta com nenhum tipo de peso especializado em sua casa (como um halter, por exemplo), o momento é de improvisar e encontrar objetos que possam ter o mesmo valor para a sua atividade (um saco de 5kg de feijão, por exemplo, pode ser um ótimo substituto).

Dessa forma é possível realizar um treino que exija ainda mais esforço do seu corpo. Os exercícios indicados para serem feitos com adição de peso são: agachamento sumô com isometria e flexão de braço com remada.

Quem tem um colchonete, tem tudo
Grande parte dos exercícios funcionais podem ser feitos apenas com o auxílio de um colchonete (ou algum substituto que você tenha em casa) e o peso do próprio corpo, portanto estar em casa não é desculpa para não treinar!

Exercícios como flexões, abdominais e pranchas, utilizados para fortalecer os membros superiores, inferiores e o core, são opções ótimas e acessíveis para quem não dispõe de nenhum tipo de aparelho em casa.

Os treinos e a sequência completa de exercícios, com orientações e vídeos explicativos para cada movimento proposto, podem ser encontrados no site da Polar Brasil .

 

[/read]

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA

 

Veja também
Atenção com esses 5 cuidados para um verão mais saudável
Concurso global premia projetos de moda sustentável
Sou Rio Sustentável promove retirada de pichações das pedras do Arpoador