Home Tech Digital O iPhone está com as horas contadas? Apple indica que sim

O iPhone está com as horas contadas? Apple indica que sim



O lançamento da Apple realizado dia 12 de setembro teve dois fatos marcantes que podem ter passado batidos do público e é isso que vou abordar aqui.

O primeiro, e que pode ser considerado uma surpresa, foi o lançamento do… [read more=”Continuar lendo…” less=”Menos”]

iPhone 8, um salto na evolução natural dos smartphones da Apple.

As versões anteriores sempre foram aos pequenos saltos na nomenclatura: o primeiro foi o iPhone 3, há exatos 10 anos, em 2007, seguido pelo 3S, aí veio o 4, que evoluiu para o 4S, chegou o 5, que foi desdobrado no 5S e 5C, mudou de design no 6, surgiu o 6S e veio o 7.

E agora ela lança o iPhone 8, sem meio termo para o 7. Ao mesmo tempo ela lança um iPhone poderosíssimo em termos de processamento de dados, câmera e armazenamento, design arrojado, tipo tela com borda infinita, grande e muito elegante, assim como seu preço, que não chega nem a mil dólares. Custa, nos Estados Unidos, a partir de 999 dólares.

No Brasil existem dúvidas se ele chegará por aqui, mas se chegar deve custar entre seis e sete mil reais. É o iPhone X (pronuncia-se “ÉCS”) ou 10, em comemoração aos 10 anos de lançamento do primeiro smartphone.

O segundo fato marcante foi o lançamento do Apple Watch 3, que ganha liberdade em relação ao iPhone, pois tem um chip de celular e o usuário pode fazer e receber ligações a partir dele através do fone de ouvido sem fio.

E é aí que a coisa pega: a evolução de smartphone em geral começa a ficar estagnada e pouco atrativa para os consumidores. Afinal, qual a justificativa para se pagar dois, três, quatro mil reais por um smartphone que faz muito pouco ou quase nada a mais em relação aos últimos modelos?

Eu mesmo tenho seis smartphones topo de linha, que os fabricantes me mandam até mesmo antes dos lançamentos, e de uns dois anos para cá as diferenças entre cada um deles são mínimas e praticamente não existem.

Mas voltando ao relógio da Apple, ele realmente é uma evolução sem precedentes de um smartphone, pois ele ficará o tempo todo colado ao corpo do usuário – é um dispositivo wearable ou, em português vestível.

Terá múltiplas funções o tempo todo, desde informar as horas, fazer medições constantes do batimento cardíaco com alertas imediatos caso haja alguma alteração significativa, avisar sobre compromissos, mensagens, e-mail, Facebook e o que mais for inventado em termos de redes sociais.

E agora, de quebra, também atende e faz chamadas telefônicas.

Mas o smartphone como conhecemos hoje está com os dias contados. ou melhor, com as horas contadas. Pode ser que ele vire um dispositivo de suporte ao relógio, o que é mais provável, mas devido à tela maior e mais confortável.

Diante disso, fique certo de que a Apple já está desenvolvendo a evolução do relógio e este evento pode ter sido um dos últimos em que um smartphone da empresa da maçã foi lançado.

E ela vem comprovar uma frase bastante utilizada em negócios de tecnologia: “Se um produto acabou de entrar na loja para venda, está obsoleto”.

E se você quiser assistir ao vídeo completo (em inglês) desses lançamentos, clique aqui. Nele você vai poder ver na íntegra a transmissão que fizemos ao vivo, direto de Cupertino, na Califórnia, cidade sede da Apple.

[/read]

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA
O iPhone está com as horas contadas? Apple indica que sim



Previous article2095? Não, homens e mulheres precisam valer o mesmo – já!
Next articleJornada de compras para o final de ano começa em outubro
Diretor de Conteúdo do Portal Vida Moderna