Home Cultura Saiba quais são os cuidados para evitar acidentes com carregadores de celular

Saiba quais são os cuidados para evitar acidentes com carregadores de celular

Choques, queimaduras e até mesmo incêndios podem ser causados pelo mau uso do dispositivo, e dicas simples podem garantir a segurança do consumidor

De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), no fim de 2020 o Brasil já registrava mais de 234 milhões de chips de dispositivos móveis. Com tantos usuários de smartphones e tablets no país, cuidados básicos na hora de carregar as baterias podem impedir desde pequenos choques até grandes incêndios.

Para evitar acidentes, a Anker listou cuidados básicos que vão garantir o uso seguro dos carregadores e ainda preservá-los em bom funcionamento por muito mais tempo.

Acompanhe:

Utilizar apenas carregadores confiáveis e adequados para cada aparelho
Escolher marcas de qualidade é essencial para garantir um carregamento seguro. O dispositivo não precisa necessariamente ser o mesmo que veio com o aparelho, mas é fundamental fugir de carregadores falsificados e de procedência duvidosa.

Além disso, sempre que adquirir um carregador, o usuário deve conferir se ele, de fato, é compatível com seu smartphone ou tablet. Não se trata apenas de checar se o cabo tem o mesmo padrão de conector do dispositivo, mas verificar se a voltagem é adequada. Cargas maiores ou mesmo menores de energia podem representar um perigo ao consumidor e até impactar na vida útil do telefone.

Manter longe da água
Água e corrente elétrica não combinam. Portanto, não é recomendável manusear o celular com as mãos molhadas, nem mesmo carregar o dispositivo em locais úmidos, como banheiro, em cima da pia da cozinha ou perto da piscina.

Além de aumentar o risco de um choque elétrico, este tipo de atitude contribui para a oxidação de componentes do aparelho.

Evitar superfícies inflamáveis
É comum ouvir relatos de usuários que dormem com o celular carregando debaixo do próprio travesseiro e isso é um grande perigo. Por mais que a maioria dos carregadores modernos cortem automaticamente o envio de energia para os smartphones quando chegam ao 100% de carga, esta prática deve ser evitada ao máximo.

Camas, sofás, gavetas e locais abafados podem contribuir, inclusive, para o superaquecimento da bateria e causar explosões.

Cuidar bem do carregador
O bom funcionamento do carregador passa pelo cuidado que o usuário tem com ele no dia a dia. Cabos danificados, remendados por fitas inadequadas, guardados em locais úmidos e até usados em redes elétricas com problemas tendem a oferecer maior risco de superaquecimento e podem provocar acidentes.

Investir em um bom carregador e preservá-lo adequadamente é também uma maneira de prevenir surpresas desagradáveis. Portanto, é fundamental tomar determinados cuidados, como o de manter o sistema elétrico da casa atualizado, evitar conectores/benjamins (os famosos “Ts”) e levar o celular a uma assistência técnica sempre que perceber algo errado.

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA

Mitos e verdades sobre o refrigerador side by side da Samsung, com três portas
Previous articleOs erros das empresas ao contratar e 11 dicas para aumentar a empregabilidade
Next articleE-book fala sobre o mercado segurador após a pandemia