Home Cultura POP realme iniciará as vendas de sua série C no Brasil

realme iniciará as vendas de sua série C no Brasil

Modelo C25 chegará essa semana; fique de olho em nossos testes!

No Brasil desde janeiro de 2021, a realme anuncia a chegada de mais uma linha de seu portfólio. A partir do dia 23 sua série C também estará disponível para os brasileiros. A linha de entrada é conhecida pelos celulares com baterias de longa duração e preços acessíveis. 

O modelo de estreia da linha no Brasil é o realme C25, o primeiro smartphone do mundo com a certificação de alta confiabilidade da TÜV Rheinland. Equipado com o processador Helio G35 octa-core de 2GHz, ele é capaz de rodar jogos intermediários com bom desempenho. Sua bateria de 6000mAh e carregador rápido de 18 W garantem o uso diário ininterrupto – ele possibilita, inclusive, que o usuário fique em uma chamada por 43,17 horas.

Para marcar essa novidade, a realme realiza evento de lançamento para o público no dia 23 de junho, às 12:00, no canal oficial do Youtube e Facebook da marca no Brasil.

Essa é a segunda linha de smartphones que a realme apresenta para o mercado brasileiro. A primeira, a série 7, lançada em janeiro de 2021, já se consolidou como sucesso de vendas e de crítica. Com a novidade no portfólio, a expectativa é oferecer mais opções e atender ainda mais as demandas dos consumidores, que são ávidos por tecnologia de ponta, design e performances a valores acessíveis. 

“A chegada da linha C é mais um passo na nossa trajetória de nos tornarmos uma das principais marcas de smartphones do Brasil. Temos certeza que a alta durabilidade desses telefones, a bateria de longa duração que impressiona, a excelente performance e o preço muito competitivo vão conquistar os consumidores locais, assim como conquistaram pessoas do mundo todo”, resume Marcelo Sato, gerente de vendas sênior da realme no Brasil. 

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA

Quais os cuidados com os cães no verão?
Previous articleEvento da M&A Community discutirá fatos, tendências e percepções sobre fusões e aquisições na América Latina
Next articleCase: Healthtech expande negócios com a pandemia

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.