A diretoria do Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte (Detran-RN) adotou uma nova maneira de controlar a frota da autarquia. O órgão vai obrigar os motoristas a fazerem o diário de bordo dos veículos que também receberão GPS.

Na última sexta-feira, por determinação do diretor Marcos Freire, todos os automóveis foram recolhidos para a realização de um pente-fino. A vistoria vai constatar o estado de conservação de cada veículo e a eventual necessidade de manutenção.

No diário de bordo, o condutor deverá informar o nome, destino, horário e quilometragem da saída e da chegada. O relatório será avaliado semanalmente pela coordenadoria. Já a instalação de equipamentos de GPS será feita após a abertura do Orçamento Anual do Estado. A aquisição será em regime de comodato. “Com este controle, o gestor vai poder fiscalizar a circulação da frota, e se porventura detectar algum desvio de rota, aciona o sistema e o carro para na hora. Depois vamos investigar o que realmente aconteceu”, afirma Freire.

Para a direção do Detran-RN, o conjunto de medidas parte do princípio da transparência e, a partir da análise e manutenção preventiva, será possível prolongar a vida útil da frota do órgão.  Atualmente, o Detran-RN possui 34 veículos, dos quais 21 estão alocados na capital, oito nos postos do interior do Estado e outros cinco, alugados, sendo quatro em Natal e um em Mossoró.