NOVIDADES

Há um ano privatizada, BR-050/GO/MG tem seis praças de pedágio em obras


by 9 de janeiro de 2015 0 comments

O contrato de concessão dos 436 quilômetros da BR-050/GO/MG, rodovia que liga Minas Gerais com São Paulo e que tem relevância pelo escoamento da atividade agroindustrial, completa um ano com seis praças de pedágio em construção. As bases começarão a cobrar a tarifa assim que concluídos os 10% de obras previstas como contrapartida da Concessionária MGO Rodovias, de duplicação de cerca de 30 quilômetros de malha viária em Goiás.

As tarifas básicas de pedágio das praças serão estabelecidas com base no valor de R$ 4,53 para cada 100 quilômetros rodados. O valor é atualizado anualmente tendo como indicador o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Os valores variam conforme o Trecho de Cobertura da Praça, que leva em conta o valor da tarifa básica multiplicado pela distância entre as praças.

Pelo contrato, a responsabilidade de administrar, recuperar, conservar e ampliar a rodovia vai do município de Cristalina (GO) até as divisas de Minas com São Paulo, na cidade de Delta (MG). As principais obras deverão ser entregues até o final de 2019. Os trabalhos tiveram início em junho de 2014, em dois trechos. Segundo a concessionária, 81% das atividades de duplicação já estão concluídas. A previsão é que até 2018 seja encerrada a duplicação de cerca de 220 quilômetros de pistas. Cerca de 200 homens e 80 equipamentos entre caminhões e compressores estão envolvidos nas obras.

Em atendimento ao contrato foram instaladas nove bases operacionais de Serviço de Atendimento ao Usuário com estacionamento, banheiros, fraldário, água potável, área de descanso e telefone público.

Equipes de resgate e de atendimento pré-hospitalar já prestaram 475 atendimentos clínicos a usuários que trafegavam pela rodovia. Nas ocorrências de acidentes, o resgate foi acionado 796 vezes e as ambulâncias com UTI e médico atenderam em 299 delas. Nesses seis meses, foram registrados 796 acidentes no trecho, com 469 feridos e 15 vítimas fatais. Os tipos de acidentes de maior incidência foram saída de pista (147), colisão traseira (125), capotamento (115), choque em defensa, barreira ou meio fio (83). Na maioria deles ficou evidenciado como principal causa o excesso de velocidade e imprudência dos motoristas.

No Comments so far

Jump into a conversation

No Comments Yet!

You can be the one to start a conversation.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.