No nordeste, onde há mais motos que carros, apenas 0,65% da frota é segurada
Seguro de moto é importante

Dos 5,3 milhões de motociclistas que circulam no sudeste, apenas 1% tem seguro de moto. No nordeste, onde o número de motos supera o de carros, a situação é…[read more=”Continuar lendo…” less=”Menos”]

…mais crítica. Somente 0,65% da frota total de motos é segurada, segundo levantamento feito pelo marketplace de seguros Thinkseg.

Sem seguro para a principal meio de transporte deles, a maioria de motoboys e mototáxis – atividade comum no nordeste –, roda desprotegida, correndo o risco de ficar no prejuízo se houver furto ou roubo da máquina de duas rodas.

Em 2017, de todos os financiamentos de veículos contratados no País, 14,3% abrangeram motos, segundo dados da Cetip. No ranking dos estados do sudeste, São Paulo (23%) e Minas Gerais (8,5%) são os que mais financiaram motos no País. Em três estados do nordeste, Ceará, Bahia e Pernambuco, as motos representaram 14,21% dos financiamentos.

Na avaliação da Federação Interestadual das Regiões Norte e Nordeste dos Trabalhadores em Transportes de Mototaxistas e Taxistas (Fenordest), o alto preço do seguro de moto afasta a contratação. No nordeste, motoboys e mototáxis chegam a rodar, em média, 15 horas diárias sendo alvos fáceis para furto e roubo. Em São Paulo, esses riscos também são comuns aos motociclistas. Andre Gregori, CEO da Thinkseg, afirma que “com o Thinseg Moto, em cinco segundos a pessoa tem a sua coação pronta”.

[/read]

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA
Levantamento aponta que maioria dos motociclistas não tem seguro de moto

Veja também
Nova motocicleta BMW G 310 GS chega ao mercado
Waze lança recurso para motocicletas
Ford inaugura “máquina de venda” de carros na China – veja o vídeo!