O Pilates é uma das febres mais adoradas pelas mulheres, principalmente pelas famosas.  Porém, as pessoas ainda tem muitas dúvidas sobre os exercícios da prática, por isso, a Fisioterapeuta e especialista em Pilates, Gabriela Fendi, listou alguns mitos e verdades mais comuns entre as pessoas. [read more=”Continuar lendo…” less=”Menos”]

É igual ioga?
MITO. “Segundo Joseph Pilates, para a prática adequada do método, as pessoas devem adquirir a capacidade de controlar de forma consciente os movimentos musculares e articulares do corpo. Para isso ele trouxe filosofias orientais de relaxamento e ligação entre corpo e mente. Joseph teve como base na criação dos exercícios, movimentos do ballet e circo. Não só isso, a resistência muscular não é feita apenas pelo peso corporal, mas também por objetos como as molas que oferecem diferentes tensões”

Pode ser praticado por idosos?
VERDADE. “É uma atividade de baixo impacto, individualizada e sempre acompanhada, por isso, é indicada para idosos. Os exercícios trabalham força, flexibilidade e consciência corporal com movimentos coordenados com a respiração, com o foco na qualidade de execução e não na quantidade de repetições. Além disso a prática auxilia na redução das dores, aumenta a flexibilidade, melhora a atenção, aumenta o equilíbrio, fortalece o corpo, corrige a postura e entre outros benefícios.”

Pilates emagrece?
MITO. “O método é ideal para quem busca tonificar os músculos, aumentar a flexibilidade e corrigir o alinhamento da postura, mas não emagrece. Ele previne dores, melhora a resistência, aumenta a força, e alinhado com uma dieta equilibrada ou alguma atividade aeróbica, ele ajuda no emagrecimento. Resumindo, praticado isoladamente ele não tem a função de perder peso, para que isso aconteça, é necessário a prática de atividade com alto gasto calórico.”

Faz bem aos órgãos internos?
VERDADE. “Dentro do pilates, o powerhouse ou centro de força, é o principal princípio da modalidade. Segundo Joseph, é deste segmento que se origina a força para os movimentos. Os músculos que o formam sustentam a coluna, os órgãos internos e a postura. Quando todas estruturas são ativadas em conjunto formam um cilindro que traz estabilidade corporal, protege a coluna durante as atividades e faz pressão intra-abdominal, melhorando significamente o funcionamento dos órgãos.”

Deixa as pessoas mais altas?
MITO. “Ele melhora no alinhamento e na postura corporal devido à combinação de alguns fatores. Entre os já citados, estão o aumento da flexibilidade muscular, da mobilidade articular e do crescimento axial. Este último se refere ao ganho de espaço intra-articular,  principalmente da coluna, resultando no aumento do espaço entre as vértebras, diminuindo assim dores por compressão nos discos.”

É indicado para mulheres grávidas
VERDADE. “A prática da modalidade durante a gestação é essencial para a mulher, pois trabalha a postura que está alterada com a mudança do centro de gravidade, alivia e previne dores comuns, tais como dores lombares, cãibras, e na região escapular (devido ao aumento das mamas) e prepara o corpo para o parto com o fortalecimento do períneo. Além também de ajudar na autoestima e no controle do peso.”

Diminui a circunferência da barriga?
MITO. “O método não tem capacidade de diminuir a gordura corporal, sendo para isso necessário a combinação com atividades aeróbicas e uma alimentação saudável, porém, com o fortalecimento abdominal e a melhora da postura adquiridos, é possível redistribuir o volume do abdômen modelar o corpo.

 

[/read]

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA
Mitos e verdades sobre o Pilates

Veja também
5 Benefícios do Pilates para Idosos
Parque do Ibirapuera receberá sessão de exercícios físicos em grupo guiada por Inteligência Artificial
Benefícios de exercícios físicos para gestantes