Home Tech Digital Samsung apresenta Galaxy A71 e A51 no Brasil

Samsung apresenta Galaxy A71 e A51 no Brasil

A Samsung apresentou no Brasil dois novos smartphones, o A51 e o A71, prometendo mais espaço de tela para produção e consumo de conteúdo, câmeras poderosas e bateria de longa duração. [read more=”Continuar lendo…” less=”Menos”]

Ambos os aparelhos estão na categoria de “intermediário premium”, cheios de recursos e bom desempenho.

“A família Galaxy A dialoga diretamente com uma geração que cresceu já na era dos smartphones, enxergando os dispositivos móveis como um instrumento fundamental para criar conteúdo, capturar momentos e compartilhá-los com o mundo. Os novos Galaxy A71 e A51 potencializam a experiência deste público, com soluções dinâmicas, eficazes e que celebram a criatividade dos usuários. E, na Era da Experiência, é essencial proporcionar uma bateria confiável, assegurando longas horas de duração para produção e consumo de conteúdo”, afirmou Renato Citrini, gerente sênior de produto da divisão de dispositivos móveis da Samsung Brasil.

Quatro câmeras traseiras para nenhum detalhe escapar
A câmera traseira principal do Galaxy A71 oferece um sensor principal de 64 MP. Já a câmera ultra wide de 12 MP permite a captura de imagens mais amplas, proporcionando o mesmo ângulo de visão do olho humano (123º). Ainda na parte traseira, a lente macro de 5MP possibilita capturar closes de objetos a 4 cm da lente, registrando seus mínimos detalhes.

O sensor de profundidade, também com 5 MP, permite o registro com o recurso de Foco Dinâmico e efeitos bookeh, desfocando o fundo e destacando o que está em primeiro plano na imagem. Na parte frontal, há ainda uma câmera de 32 MP para selfies de alta definição.

Já o A51 também conta com conjunto quádruplo de câmeras traseiras. Com as mesmas soluções do A71, a única diferença está no sensor principal, que apresenta 48 MP.

Samsung apresenta Galaxy A71 e A51 no Brasil
Conjunto de câmeras do A71 (quase idêntico ao A51)

Experiência visual imersiva: mais espaço de tela para produzir e consumir conteúdo
Com tecnologia Super AMOLED, o Galaxy A71 tem display infinito de 6,7 polegadas e resolução Full HD+, enquanto o A51 tem as mesmas especificações de qualidade, mas com tela de 6,5 polegadas. Assim, os dispositivos potencializam não só a produção de conteúdo, mas também o consumo de plataformas de streaming de vídeo e a navegação nas redes sociais.

Outro fator de igualdade está na segurança, com os dois novos smartphones apresentando leitor de impressão digital na tela, assim como seus “irmãos maiores”.

Bateria de longa duração e alto desempenho para uso sem interrupções
Com bateria de 4.500 mAh e 4.000 mAh, o A71 e o A51 garantem que o usuário não precise se preocupar com o carregamento durante longas horas de uso. Ambos possuem carregamento rápido: O A71 de 25W, euquanto o A51 de 15W.

Os processadores de oito núcleos Snapdragon 730 (Galaxy A71) e Exynos 9611 (Galaxy A51), aliados a memória RAM de 6 GB (Galaxy A71) e 4GB (Galaxy A51) e armazenamento de 128 GB, elevam o desempenho dos smartphones, fazendo da navegação em aplicativos algo rápido e sem interrupções.

O Galaxy A71 e o Galaxy A51 também podem acessar o ecossistema de aplicativos e serviços inteligentes da Samsung, incluindo Bixby, Samsung Pay, Samsung Health. Os dispositivos também estão protegidos pela plataforma de segurança Samsung Knox. O Galaxy A51 possui aplicativo de TV digital aberta (HDTV).

Preço e Disponibilidade
Com preço sugerido de R$ 2.799,00, o Galaxy A71 chega ao Brasil com três opções de cor: preto, azul e prata.  O produto será comercializado a partir da primeira quinzena  de fevereiro.

O Galaxy A51, por sua vez, tem preço sugerido de R$ 2.199,00 e está disponível, a partir desta quinta-feira (30), em preto, azul e branco.

 

[/read]

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA
Samsung apresenta Galaxy A71 e A51 no Brasil

Veja também
Como sua casa pode interferir na sua rede de internet
Combate ao Bullying: o papel da cibersegurança na proteção dos estudantes
Andamos nos carros elétricos e híbridos da Nissan em Interlagos. Veja agora.

Previous articleSem crise para as fintechs
Next articleComo a LGPD pode impulsionar a inteligência das empresas brasileiras